terça-feira, 1 de novembro de 2011

Prólogo






Remember love
Remember you and me
Remember everything we shared
On this planet when we cared
Remember hearts
Remember unity
Remember laughing neighbours without expecting favors

Together 

Demi Lovato feat Jason Derulo



Pensei que minha vida não seria mais a mesma, mudar completamente, não pra melhor e sim pra pior, parecia que o chão sob meus pés havia se aberto numa espécie de buraco me fazendo cair ali.
Medo? Seria essa a palavra pra explicar a sensação que tive quando descobri sobre Maddie? Hoje agradeço sempre que posso, por não ter feito nenhum tipo de burrada e talvez a entregado à um orfanato, mesmo vivendo sobre as piadas e implicâncias de minha mãe estava bem, sempre que via seus olhinhos brilhando o mundo parecia criar cor, vida!

Não, ainda não pude esquecer ele, quase que impossível, ela era muito parecida com ele, até em seu sorriso, mas faço de conta que ele nunca existiu, pra mim, só entrou em minha vida pra me dar o melhor presente que alguém poderia me oferecer, minha pequena.
Mas nada só isso. Não parece ser uma coisa pequena, não é? Mas é melhor agir assim, pelo menos pra dor sumir, sumir talvez não seja a palavra certa, talvez muito “forte” acho que disfarçar já é um bom começo...
Eu o amava, mas acho que o poupei de dores, na época eu não sabia o que minha mãe iria me forçar a fazer, se iria me por pra fora de casa, ou como era o combinado levá-la a um orfanato, e ele nunca mais a veria, assim como eu.

Mas pelo o que parece, isso não aconteceu, graças ao meu porto seguro... Selena.
Sem ela eu não sei como sobreviveria nessa casa, não com Maddie.

Tento de todas as maneiras o esquecer mas ao que parece eu o amo cada vez mais, todos meus sonhos tem a ver com ele, minha alegria era ele, depois dele se mudar e eu também, não me sinto mais completa, “Meu Príncipe”.
Conheci ele com 10 anos e depois dai viramos melhores amigos, mas parece que ser apenas “ Melhores Amigos” não era o que o destino desejava, talvez algo maior, que era maior que o mar, o céu e o universo juntos, ele era um parte de mim, que foi arrancada praticamente a força do meu peito.
Só queria encontrar essa parte e deixar tudo como deveria ser...


Nenhum comentário:

Postar um comentário