quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Chapter 50


"Coração não é tão simples quanto pensa, nele cabe o que não cabe na despensa
Cabe o meu amor, cabem três vidas inteiras"

Demi colocou Madison no banho, separou o pijama dela e o seu e então foi procurar algum filme para assistir. Na estante do quarto ela achou O Rei Leão, junto de vários outros filmes da Disney. Deixou ele sobre a mesa do computador, jogou cobertores sobre a cama e mexeu uma última vez sobre os doces que estavam sobre o criado-mudo.
Maddie a chamou do banheiro, ela ajudou a pequena a se vestir e a pentear o cabelo, fazendo uma trança, a franja solta quase caindo nos olhos.
Demi: Eu vou tomar banho, não sai daqui, ok?
Maddie: Ok. (Demi deu um beijo na testa dela e foi tomar seu banho)
Maddie viu os doces sobre o criado mudo, sorriu feliz e foi pegar um pacotinho de gummy bear que tinha ali, sabia que Demi não iria brigar com ela. Quando ia voltar a sentar na cama, ouviu um barulho de celular vindo da gaveta da mesinha. Pegou o puxador, dentro da gaveta ela viu o celular com a tela acesa, mas ele não tocava. Viu algumas folhas, prendedores de cabelo e embaixo de tudo, uma foto. Pôs a mãozinha dentro da gaveta e puxou a foto do fundo, a revelando. A fotografia tinha sido tirada no aniversário de Demi, Maddie estava no colo de Joe e Demi do lado, segurando casualmente no braço dele, e os três tinham sorrisos no rosto.
Madison correu até o seu quarto e escondeu a foto debaixo do seu travesseiro, voltando até o quarto de Demi e se deitando na cama. Ela logo saiu do banheiro enrolada numa toalha e foi até o closet, colocou seu pijama e voltou com um vestido de princesa nas mãos. Maddie se virou pra ela sorrindo.
Demi: Olha só o que eu achei... (cantarolou, indo se sentar ao lado de Maddie na cama) O que você acha de dormir vestida de Bela, hum?
Maddie: Posso?! (ela gritou feliz, Demi assentiu rindo e ela a abraçou) Coloca em mim?
Demi colocou o vestido por cima do pijama curto de Maddie. A pequena a abraçou de novo e Demi se sentou com Maddie embaixo das cobertas, puxando o pacote de doces para perto delas.
Maddie: Você falou com o JJ hoje? (perguntou enquanto Demi dava play no filme)
Demi: Não, meu amor, por quê?
Maddie: Nada não. Será que ele vai ver minha peça da escolinha?
Demi: Amanhã lá na escola você pergunta se ele vai. Ó, o Simba ali! (apontou para a TV e logo Maddie só prestava atenção no desenho, uma mão distraidamente mexendo no pijama de Demi e a outra dentro de um pacote de balas)
Elas ficaram até tarde vendo filmes, era o último dia sem Dianna em casa e Demi queria aproveitar com a filha, não sabia qual seria o estado da mãe ao voltar para casa.
Quando Madison pegou no sono já passava da uma da manhã. Ela dormia agarrada ao braço direito de Demi, a cabeça escorada no ombro da mesma e o vestido de princesa estava amassando sob as cobertas.
Demi desligou a TV e ajeitou Maddie com a cabeça sobre um travesseiro. A menina se remexeu até se sentir confortável e continuou a dormir. Demi se deitou e fechou os olhos, respirando fundo e tentando imaginar o que o dia de amanhã lhe guardava.

Demi on
Acordei com Maddie pulando na cama, ainda de olhos fechados a abracei e a puxei de volta para deitar.
Demi: Quanta energia guardada numa pessoa tão pequena. (Maddie riu e se sentou, soltando-se do abraço) Cadê meu beijinho? (perguntei abrindo os olhos, para vê-la com o cabelo todo bagunçado se abaixando para me beijar na bochecha)
Maddie: Preciso ir tomar banho? (me sentei na cama, assenti e ela logo se levantou) O que você vai fazer de comida, Demi? To com fominha.
Demi: Surpresa. (sorri fraco e me levantei da cama)
Mudei um pouco a rotina. Coloquei Maddie no banho, peguei uma muda de roupa para cada uma e me juntei a ela, já que demorei para acordar e se tomássemos banhos separado íamos acabar atrasadas. Vesti um short escuro, uma camiseta simples e um converse. Na Maddie coloquei um vestido azul com um short por baixo e um par de sapatilhas da mesma cor.
Tomamos café e eu encontrei Selena saindo de casa, ela veio correndo ao nosso encontro.
Sel: Vocês vão andando? (assenti) Tá, tá. To morrendo de fome. (fez careta e arrumou a bolsa sobre o ombro direito, começando a caminhar)
Maddie: Oi, tia Sel. (falou quando Selena não cumprimentou a gente)
Sel: Desculpa, meu amor! Bom dia. (pegou ela no colo e lhe beijou a bochecha)
Maddie: Eu tenho um pacote de biscoitos na mochila, você quer? (Sel assentiu e eu peguei o pacote, estava dentro da mochila da Maddie que eu levava.)
Sel: Muito obrigada! (assim que colocou Maddie no chão e ela me deu a mão, Sel abriu o pacote) E é assim, meus caros, que se cria uma criança.

Encontramos com Joe, Nick e Van na escola, uns 20 minutos depois. Sentamos em um longo banco no lado de fora, todos lado a lado num silêncio um tanto quanto constrangedor. Até Maddie tinha parado de falar.
De repente, ela chamou Joe para longe de nós, para a extremidade do banco de concreto. Era complicado ouvir qualquer coisa vinda de lá, ainda mais com os outros estudantes que estavam ali fora, que soavam como um enxame de abelhas zumbindo o tempo todo.
Maddie pegou sua mochilinha e a mão de Joe, sentaram na ponta esquerda do banco, a pelo menos 4 metros de nós. Ela sentou de costas e só pude notar que tinha tirado algo de dentro da mochila. Tentei desviar o olhar, afinal eu já estava acostumada com a proximidade dos dois, mas acabei encarando eles por mais alguns segundos.
Antes de voltar a sentar perto de nós, Joe pegou algo que Maddie estendia a ele e sorriu fraco, perguntando algo a ela, que só deu de ombros. Ele lhe beijou a testa e então os dois voltaram a sentar onde estavam antes, Joe ao meu lado e Mad no meu colo.
Sel: Van, tá tudo bem? (ela não respondeu, encarava as próprias unhas) Vanessa... (Selena pegou uma das suas mãos e ela levantou a cabeça, a expressão um pouco confusa e perturbada.) Aconteceu algo? (perguntou preocupada, todos voltamos a atenção a elas involuntariamente)
Van: Eu não estou me sentindo bem, só isso. Uma coisa ruim, sabe? Já passa, acho que não dormi direito. (ela lançou um olhar para mim e Selena, como se não quisesse falar sobre isso na frente dos garotos)
Há algum tempo não tínhamos um dia tão baixo-astral. Só poderia piorar se Ashley aparecesse, e o que aconteceu? Isso mesmo. Ela apareceu, levou Selena e Vanessa consigo e Chelsea, todas elas com cara de poucos amigos.

Demi: Vanessa, o que aconteceu? (perguntei enquanto saíamos da última aula antes do almoço. Nós tivemos aquela aula juntas e ela não falou nada além do que era extremamente necessário.)
Van: Será que os meninos se importam de não almoçar com a gente hoje? Eu queria falar com vocês duas, sem eles por perto.
Demi: Eu acho que eles têm um trabalho para fazer, nem iam almoçar com a gente. (dei de ombros)
Nós deixamos o material nos nossos respectivos armários, fomos até a parte das crianças e levamos Maddie e Logan até a praça de alimentação, encontrando Selena no meio do caminho. Nos servimos enquanto as crianças esperavam na mesa.
Sel: Tá, desembucha, garota. (Selena disse assim que nos sentamos)
Demi: Selena Marie, a santa da delicadeza. (ela jogou uma batata em mim, desviei e dei língua, Van riu baixo e logo voltou a ficar séria)
Van: Seguinte, tem uma pessoa me ligando há dias. Eu sei quem é, tenho certeza e vocês também devem saber. Eu tenho medo, porque né, garotinho-de-olho-claro aqui do meu lado.
Demi: A mesma pessoa daquele dia da festa da Maddie?
Quando Madison ouviu seu nome, começou a prestar atenção, deixando a comida de lado e encarando Vanessa.
Van: Eu vi ele perto de casa esses dias, queria saber o que diabos ele quer por lá.
Sel: Acho que ele já deixou bem claro o que quer, Van. Se isso começar a te perturbar muito, você tem que falar com alguém.
Maddie: Você tá com medo, Tia Van? Não precisa ficar com medo. (encarou Vanessa)
Demi: Ela só tá um pouco preocupada, meu amor. (passei a mão no seu cabelo, ela assentiu e voltou a comer) Vocês sabiam que a Maddie vai participar de uma peça de teatro? (ela voltou a me olhar sorrindo)
Maddie: É, o Frankie e o Logan também vão, né? (ela perguntou para Logan, que confirmou com a cabeça já que se deliciava com seu hambúrguer) Vai ser bem legal, mas é surpresa. (ela colocou o dedinho indicador sobre os lábios, fazendo sinal de silêncio. Nós rimos e eu a puxei para beijar sua testa.) Demi... (me chamou baixinho quando elas não prestavam mais atenção) A mamãe vai para casa hoje?
Demi: Não sei, meu amor. (suspirei baixo)
Maddie: Você falou com a Sel que ela ia vir hoje...
Demi: Talvez ela vá, mas tá tudo bem, ok? (ela assentiu e voltou a comer)
Maddie: O JJ pode ir lá em casa hoje? Eu queria ver aquele filme novo da Barbie com ele. (piscou os olhinhos, tentando me convencer)
Demi: Tem certeza que ele vai querer ver um filme da Barbie? (ela assentiu) Eu vou pensar nisso.
Me lembrei que Dianna voltava e imaginei uma guerra nuclear caso os dois se encontrassem. Minha mãe provavelmente ia surtar e o xingar eternamente por ter arruinado minha vida, mesmo que ele não tivesse feito isso. Maddie voltou a comer seu lanche feliz da vida com a resposta. Talvez fosse bom se Joe não fosse lá em casa, mas seria melhor ainda se Dianna não aparecesse.

Assim que dobrei a esquina, carregando Maddie e com Selena do meu lado, pude ver a minivan que minha mãe tinha estacionada bem em frente à nossa casa, logo atrás do carro do meu pai. "Eba, família reunida!" Resmunguei, Sel percebeu e me deu um boa sorte e um beijo na bochecha antes de atravessar a rua, em direção à sua casa. Respirei fundo antes de destrancar a porta e colocar Maddie no chão.
Quando entrei, ouvi uma conversa tranquila vinda da sala, fiz sinal de silêncio para Maddie e fomos até o meu quarto sem fazer barulho algum. Arrumei meu material para o próximo dia ainda sem falar nada, Maddie se jogou na minha cama e ficou me observando.
Demi: Terminei aqui. Você quer descer e falar com a mamãe? (ela me olhou apreensiva, se lembrava do que Dianna tinha feito na clínica. Passar por uma cirurgia não era suficiente, alguém tinha que perturbar a criança. Eu ainda preferia que Maddie fosse falar com ela, porque virar ela contra minha mãe só seria pior) Eu vou com você, ela não vai fazer nada. (estiquei minha mão para ela pegar e foi o que ela fez)
Maddie: Ela não pode me machucar com você perto. (disse baixo, mal pude escutar. Seu rostinho estava sério.)
Demi: Ela nunca mais vai te machucar. (a peguei no colo e desci as escadas até a sala)
Meu pai e ela conversavam sobre alguma coisa que passava na TV, ela sorria e eu senti um arrepio. A última vez que ela parecia bem, ela tinha acabado tentando me enforcar. Tudo parecia bem, talvez bem até demais. Maddie pediu para descer e caminhou lentamente até meu pai, quem ela abraçou assim que ele a pegou no colo. Sorri porque sabia que ela confiava nele e resolvi entrar na sala também.
Meu pai sentou Maddie no seu colo, para que ela virasse de frente para Dianna, que estava de costas para mim. Dianna passou a mão no cabelo da pequena e depois beijou sua bochecha. Madison disse um "oi" bem baixinho, sua expressão ainda era séria. Ela olhou para mim e então os dois viraram, percebendo minha presença.


Oi, tudo bem com vocês? Sou eu, Polly. Nossa, quanto tempo hein? Vergonha bem grande de sumir assim e do nada voltar. Mas é que eu e a Duda estamos com problemas sérios em relação ao que escrever na Together, e estamos fazendo de tudo pra continuar porque a gente ama isso aqui. Espero realmente de todo o meu coração que gostem desse capítulo. Minhas aulas começaram essa semana e a da Duds começam na semana que vem, estamos no 2º ano e tá aquela pressão sabe? Sei que sempre damos as desculpas que a escola ta atrapalhando, mas não é mais que pura verdade. Acho que todo mundo que está no ensino médio sabe como é complicado, é tipo aquela fase que as coisas mudam rápido demais e a gente tem que se acostumar sem ter escolha. Calma, esse falatório não é nada do tipo que vamos abandonar vocês, é só pra explicar a situação mesmo. Estão achando a história meio parada ou algo assim? Podem mandar as críticas, sugestões e sei lá mais o que para o nosso twitter:


Amamos vocês, beijos, Polly. 

7 comentários:

  1. Sem problemas polly, escola é uma verdadeira chatice ainda mais no ensino médio.
    Não se preoculpem a história está perfeita,linda, c:
    Postem assim que der meninas eu estarei aqui esperando sempre.
    Beijos lindonas

    ResponderExcluir
  2. Amei.
    O layout, a história o jeito que tu escreve <3
    Posta logo.
    Hein pode seguir e divulgar os meus blogs?
    http://amorquematajemi.blogspot.com.br/
    http://tudoqueeumaisqueroevoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O capítulo, como sempre, está perfeito, de uma coisa vcs podem saber, vcs não decepcionam nunca.
    eu entendo vc, ano passado eu quase tive que repetir o segundo ano, foi uma situação bem complicada, mas graças a Deus nesse ano me formo, não vai ser fácil, mas estamos aí.
    Adorei!
    Posta logo
    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Ai mds n creio q voltaram. ate q enfim kkkk espero q n sumam de nvo. tava quasr dando um treco kkkk td dia vinha ver se tinha poste... enfimmmm posta logo o prpx pfvrrrrr
    by:mel

    ResponderExcluir
  5. SOS VCS VOLTARAM O.O ENTENDO VC EU TINHA UM BLOG TB MAS TIVE QUE DESATIVA-LO POR CAUSA DO COLEGIO E TALS.. MAS N FAÇA O QUE EU FIZ PFVR ME ARREPENDO DISSO. ACHO QUE ESSE ANO EU VOU VOLTAR JA QUE ME FORMO NE AI DPS N ATRAPALHA KK A FIC E PERFEITA SOU MT VICIADA NELA KK SERIO MSM. EU VINHA AQ TD DIA P VER SE TINHA POSTE NOVO *--* AGRA TO TAO FELIZ QUE VCS VOLTARAM <3 ENFIM POSTA LOGO. NAO DEMORE PLEASE EU SUPLICO K
    Ass: Pamela :)

    ResponderExcluir
  6. Perfeito como sempre os capts.. posta logo

    ResponderExcluir
  7. Oi meninas. leitora nova aqui *--* to a-m-a-n-d-o a fic! Percebi q n postam a um tempo. nao vai ter mais fic? :( espero que eu esteja engsnada rsrs bjs girls

    ResponderExcluir